SEGURA CONTABILIDADE

SEGURA CONTABILIDADE

Abrir CNPJ: 8 Passos cruciais para prestadores de serviços!

Como abrir CNPJ para prestadores de serviços? Veja de maneira simples!

Confira nosso artigo e saiba tudo que você precisa para abrir CNPJ para sua prestadora de serviços! 

Você sabe como abrir CNPJ para sua prestadora de serviços?

Caso você não saiba, fique tranquilo, pois escrevemos este artigo especialmente para você conseguir dominar essa atividade e principalmente realizá-la corretamente!  

Assim, confira nosso artigo e descubra tudo que você precisa saber sobre o processo de abrir CNPJ para prestadora de serviços.

Abra sua prestadora de serviços com mais facilidade em:

O que é abrir CNPJ para prestadores de serviços?

Em resumo, abrir CNPJ para prestadores de serviços envolve o registro da empresa na Receita Federal, obtendo um número de identificação de 14 dígitos. 

A princípio, esse CNPJ único comprova a existência legal e atividade econômica da empresa. Essa formalidade é obrigatória para todas as empresas de serviços, individuais ou coletivas, que ultrapassem um determinado faturamento anual. 

Existem diferentes tipos de CNPJ para prestadores de serviços, conforme porte e natureza jurídica, como:

  • MEI (Microempreendedor Individual): 

Simples e rápido de abrir, destinado a autônomos com faturamento anual até R$ 81 mil. Pagam uma taxa mensal fixa de impostos, com direito a benefícios previdenciários.

  • ME (Microempresa): 

Para empresas faturando até R$ 360 mil ao ano, com até 19 funcionários. Podem escolher o Simples Nacional e entre as naturezas jurídicas de EI ou LTDA.

  • EPP (Empresa de Pequeno Porte): 

Destinado a empresas faturando entre R$ 360 mil e R$ 4,8 milhões por ano, com até 99 funcionários. 

Também podem optar pelo Simples Nacional e pelas mesmas naturezas jurídicas da ME.

Qual a importância de abrir CNPJ para prestadores de serviços?

Abrir CNPJ para prestadores de serviços é muito importante para garantir a legalidade, a segurança e o crescimento do seu negócio. 

Veja alguns motivos para abrir CNPJ para prestadores de serviços:

  • Dessa maneira, você pode emitir notas fiscais para os seus clientes, o que aumenta a sua credibilidade e a sua competitividade no mercado. 

Além disso, a emissão de notas fiscais é obrigatória para algumas atividades e para alguns clientes, como órgãos públicos e empresas de grande porte.

  • De fato, você pode contratar funcionários para a sua empresa, o que permite expandir a sua capacidade de atendimento e de produção. 

Desse modo, você precisa cumprir as obrigações trabalhistas e previdenciárias, como pagar salários, FGTS, INSS, férias, 13º salário.

  • Em seguida, você pode ter acesso a crédito e a financiamentos para investir no seu negócio, seja para comprar equipamentos, reformar o seu espaço, contratar mais pessoal. 

Assim, para isso, você precisa ter um CNPJ regular e um bom histórico de pagamentos.

  • Sem dúvida, você pode participar de licitações e concorrências públicas, o que amplia as suas possibilidades de negócios e de parcerias. 

Dessa maneira, você precisa ter um CNPJ regular e atender aos requisitos do edital.

  • Finalmente, você pode ter benefícios fiscais e incentivos do governo, como isenções, reduções ou parcelamentos de impostos, dependendo do seu tipo de CNPJ, do seu regime tributário e da sua atividade econômica.

Quais os principais passos para um abrir CNPJ para prestadores de serviços?

Finalmente, para abrir CNPJ para prestadores de serviços, você precisa seguir alguns passos. 

A seguir te apresentaremos os principais passos para abrir CNPJ:

Escolher o Tipo de Empresa:

Primeiramente, selecione o CNPJ mais adequado considerando faturamento, número de funcionários, regime tributário e natureza jurídica.

Contratar um Contador:

Em segundo lugar, engaje um contador para orientar na abertura do CNPJ e na gestão contábil.

A princípio, o responsável por elaborar o contrato social, registrar na junta comercial, obter CNPJ, inscrição municipal, alvará, licenças, escrituração contábil, cálculo e pagamento de impostos.

Verificar a Disponibilidade do Nome:

Por conseguinte, garanta que o nome escolhido está disponível para registro na junta comercial e INPI.

Certamente, ele deve ser único, evitando confusão com marcas já registradas.

Elaborar o Contrato Social:

Em seguida, este documento define as regras, direitos, obrigações dos sócios, capital social, objeto social, forma de administração.

Além disso, ele é assinado pelos sócios e por um advogado ou contador.

Registrar o Contrato Social na Junta Comercial:

De fato, é a autenticação e arquivamento dos atos constitutivos, conferindo personalidade jurídica à empresa.

Obter o CNPJ:

Preencher formulário eletrônico na Receita Federal, informando dados da empresa e sócios.

Receber número do CNPJ após análise e aprovação.

Fazer a Inscrição Municipal:

Registrar na prefeitura apresentando documentos da empresa e sócios.

Ademais, após análise e aprovação, obter número da inscrição municipal para emissão de notas fiscais de serviços.

Obter Alvará e Licenças, se Necessário:

Por fim, adquira o alvará de funcionamento e licenças específicas para atividades específicas.

Inegavelmente, os documentos necessários incluem contrato social, CNPJ, RG, CPF, IPTU, laudo dos bombeiros.

Abra seu CNPJ com eficiência e segurança! 

Nós, da Segura Contabilidade, te auxiliamos nesse processo tão fundamental para sua carreira de prestador.

Conte com nossos serviços especializados em abrir empresa e em Contabilidade para Prestadores de Serviços, para que sua carreira seja tranquila e sem burocracias desnecessárias. 

Entre em contato conosco e abra seu CNPJ já!

Evite problemas e burocracias! Abra seu CNPJ conosco!

5/5 - (1 vote)

Compartilhe esta postagem

Recomendado só para você
DAS-MEI: o que é, entrega e como emitir. O DAS-MEI…
Cresta Posts Box by CP
× Fale agora com um consultor!