Contabilidade para e-commerce é fundamental para alcançar sucesso no setor.

Contabilidade para e-commerce é o nome dado sobretudo às atividades de cálculo, registro e emissão das variações do patrimônio de uma empresa do setor de comércio eletrônico. Certamente, essas atividades visam duas coisas muito importantes para quem é dono de empresa e-commerce:

  • A legalização do negócio
  • A conservação da regularidade fiscal

Enfim, neste contexto, ao longo deste artigo você descobrirá como a Contabilidade é imprescindível para empresas do gênero. Acompanhe!

O que é e-commerce?

E-commerce (também chamado de comércio eletrônico) é um modo de vender produtos e serviços geralmente sem assistência pessoal física. As vendas são feitas por meio de aparelhos eletrônicos. Por exemplo, via terminais de autoatendimento e mais comumente através de telas de smartphones, tablets, notebooks e PCs.

Atualmente, o setor é dividido em várias categorias. A saber, de acordo com o relatório “WebShoppers 38” veiculado pela consultoria Ebit, as dez categorias de comércio eletrônico com maior volume financeiro em vendas no primeiro semestre de 2018 foram as de:

  • Telefonia e celulares: abocanhou 18,9% de todo o faturamento e-commerce no período citado
  • Eletrodomésticos: 17,9%
  • Eletrônicos: 11,2%
  • Informática: 9,8%
  • Casa e decoração: 9,5%
  • Saúde, cosméticos e perfumaria: 6,2%
  • Moda e acessórios: 6,0%
  • Esporte e lazer: 4,2%
  • Acessórios automotivos: 2,4%
  • Livros, assinaturas e apostilas: 2,3%

Mas nem sempre foi assim. Ao longo de sua história, o setor de e-commerce enfrentou e superou várias dificuldades.

História do comércio eletrônico no Brasil e a Contabilidade para e-commerce

No Brasil, o e-commerce existe desde início dos anos 1990. O Magazine Luiza foi pioneiro. Primeiramente, vendia produtos em terminais eletrônicos. Só a partir de 1995, contudo, é que a internet chega ao Brasil e que as vendas passam a ocorrer via web.

No mesmo ano, surgiriam no mercado de varejo online nacional sistemas de vendas como o da Book Net. Ademais, o Pão de Açúcar passaria a distribuir catálogos de produtos em CD Rooms e a receber pedidos por e-mail. Já em 1996, fora lançada a loja virtual da Brasoftware.

Com o tempo, o comércio eletrônico evoluiu do site para a loja virtual, para o marketplace e para as plataformas de franquias e-commerce. Hoje, ele é omnichannel, isto é, integra canais de vendas físicos e online para facilitar as vendas e a organização do negócio em todos os aspectos, incluindo no aspecto que diz respeito à Contabilidade.

No passado, todos esses comércios online faziam uso da Contabilidade do varejo físico. Hoje, muitos deles empregam sistemas chamados Enterprise Resource Planning (ERP), que já vêm com informações contábeis integradas de múltiplos canais de vendas. Com isso, fica mais fácil também para realizar o Planejamento Tributário e a Gestão Financeira do negócio como um todo.

Não dá para fazer sucesso no comércio eletrônico sem uma boa Contabilidade para e-commerce.
Não dá para fazer sucesso no comércio eletrônico sem uma boa Contabilidade para e-commerce.

Contabilidade para e-commerce: loja virtual precisa de CNPJ?

O Decreto nº 7.962/2013 nos revela que “Os sítios eletrônicos ou demais meios eletrônicos utilizados para oferta ou conclusão de contrato de consumo devem disponibilizar, em local de destaque e de fácil visualização, as seguintes informações: nome empresarial e número de inscrição do fornecedor, quando houver, no Cadastro Nacional de Pessoas Físicas ou no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ) do Ministério da Fazenda”. Como podemos observar, o trecho “quando houver” nos dá a entender que o CNPJ não é necessário.

Entretanto, o CNPJ será necessário na medida em que você precisar adquirir produtos de determinados fornecedores e sobretudo para a emissão de notas fiscais aos consumidores. Sendo assim, faz-se mister abrir empresa e obter o CNPJ antes ou durante o desenvolvimento de uma loja virtual.

O processo de abertura de empresas e-commerce é basicamente o mesmo que é voltado para a abertura de empresas comuns. Aliás, você poderá fazer um orçamento agora mesmo com a Segura Contabilidade (contabilidade em Alphaville, Barueri/SP), mas que tem alcance nacional por meio de sistemas de comunicação online e tecnologias em nuvem.

Contabilidade como back office e-commerce

No Brasil e em todo lugar do mundo, as médias e as grandes empresas de e-commerce contam com as chamadas equipes de back office, as quais realizam serviços de suporte diversos que vão além do gerenciamento da loja virtual.

Ou seja, enquanto o gerente e-commerce lida com as atividades intrinsecamente ligadas à loja virtual, tais como as que envolvem a criação de promoções de vendas, descrições de produtos e análise do Big Data, as equipes de back office atuam na gestão interna, com pouco ou nenhum contato com os consumidores.

São, neste contexto, equipes de back office aquelas que exercem atividades de rotina como contas a pagar e a receber, faturamento, informática e também a Contabilidade que visa fazer com que uma empresa e-commerce mantenha a legalidade e a regularidade fiscal ao longo do tempo.

Sendo assim, você pode contratar funcionários que possam realizar cada uma dessas funções. Além disso, há a possibilidade de terceirizar. No setor de Contabilidade, por exemplo, é possível contratar o serviço de Outsourcing Contábil.

Atrás de uma excelente loja virtual tem sempre o suporte de um escritório de Contabilidade para e-commerce.
Atrás de uma excelente loja virtual tem sempre o suporte de um escritório de Contabilidade para e-commerce.

Contabilidade para e-commerce: mantendo a legalidade e a regularidade fiscal

Após abrir uma empresa e-commerce, você precisará manter a legalidade e a regularidade fiscal da mesma. Neste contexto, poderão ser úteis os seguintes serviços de Contabilidade para e-commerce:

  • Alteração contratual
  • Planejamento estratégico
  • Escrituração contábil
  • Planejamento tributário
  • Folha de pagamento
  • Gestão financeira
  • Consultoria financeira
  • Documentação para licitações
  • Controle patrimonial

Vale lembrar, na Segura Contabilidade todos esses serviços (ou alguns deles, se preferir) poderão ser disponibilizados para você dentro do pacote de Outsourcing Contábil.

Conclusão: Contabilidade para e-commerce é fundamental

Há 20 anos, o e-commerce tem sido um dos setores que mais crescem no Brasil. Entretanto, muitos dos negócios que começaram nesse ramo terminaram precocemente porque seus gestores não souberam organizar suas finanças e suas contas adequadamente.

Daí a importância de se contar com os serviços de Contabilidade para e-commerce. Por meio desses serviços é possível planejar, controlar e prestar contas adequadamente aos órgãos governamentais competentes, o que prolonga a vida do negócio e o encaminha para o sucesso.