13o Salário

O final de ano se aproxima e, junto com a festas, vêm também a lista de obrigações e contas que devem ser deixadas em dia antes de aproveitarmos as merecidas férias, como o décimo terceiro, não é mesmo?

Sim, ele mesmo, o famigerado “décimo terceiro”.

Ele não precisa se tornar um fantasma se você seguir as dicas preciosas que daremos abaixo. Vamos lá?

 

Afinal, o que é o “décimo terceiro”?

Bem, o décimo terceiro é o salário extra pago a todos os empregados com registro em carteira (CLT) e aos funcionários públicos no final de cada ano.

Ele é garantido pela Lei nº. 4.090, de 13 de Julho de 1962, regulamentada pelo decreto nº. 57.155 de 03/11/1965.

 

Como o “décimo terceiro” deve ser pago?

O 13º salário pode ser pago em até duas parcelas, a primeira delas até o dia 30 de novembro e a segunda e última até 20 de dezembro.

Se o empregador optar por pagar em parcela única, deve ser creditada até o 5º dia útil de dezembro.

 

Como se planejar para pagar o 13º sem apuros

O planejamento, que pode ser orientado por seu time de gestão financeira ou pelos especialistas experientes da Segura Contabilidade.

Isso é essencial para não desequilibrar as contas no final de ano com o pagamento do décimo terceiro.

Por isso, independente dele ser pago entre novembro e dezembro não significa que ele não deva ser provisionado antes.

Explicamos: provisionar significa identificar e registrar despesas futuras de forma consciente e ordenada para que, na hora em que você mais precise, tenha com o que contar em caixa.

 

Provisionar ou pegar empréstimo para pagar o décimo terceiro?

Um dos desfechos que acaba se apresentando caso planejar não tenha sido uma opção dentro de sua política de gestão, é que o empresário acaba recorrendo a um empréstimo ao verificar que já está chegando o momento de pagar o 13º salário, mas não há recursos em caixa.

Vale lembrar que o 13º salário é uma obrigação prevista em lei, por isso não só é previsível, como obrigatória.

Utilizar empréstimo como medida emergencial não é nem de longe a melhor solução para lidar com pagamento do décimo terceiro.

Além de desequilibrar o caixa,  geram uma bola de neve de juros que podem comprometer o futuro da empresa.

 

Como provisionar recursos com ajuda especializada

Parece simples poupar um pouco ao longo do ano para reunir recursos a serem investidos no pagamento do décimo terceiro, mas esta tarefa pode ser mais ou menos eficiente, dependendo da sua postura em relação a contar com a ajuda de especialistas, como a Segura Contabilidade, para auxiliar no processo.

Isso porque não só a quantidade, mas a forma como você poupa, podem ser determinantes para criar um ciclo virtuoso de investimentos para sua empresa.

Por isso existem formas orientadas de provisionamento que podem ser adotadas neste sentido:

1) Abrir uma conta em nome da empresa com a finalidade específica de poupar para o pagamento do 13º salário.

2) Realizar aplicações financeiras cujos rendimentos possam ser utilizados para a mesma finalidade.

3) Registrar na rotina de sua contabilidade, com orientação especializada, a provisão de recursos.

 

Precisa da ajuda de uma contabilidade?

Se você leu este artigo e ficou interessado em saber mais sobre como provisionar recursos com ajuda especializada, saiba que a Segura Contabilidade conta com profissionais experientes e capacitados para atuar neste, e em todos os segmentos contábeis.

CLIQUE AQUI e preencha o formulário para entrar em contato conosco e solicitar uma cotação de serviços para sua empresa.